in , ,

PT | Objetivo #FomeZero

Uma proposta para recuperar produtos alimentícios próximos do vencimento, para eliminar desperdícios e vencer a pobreza.

Frases como “Não gosto da comida” ou “Já estou cheio” tornam-se sempre desculpas fáceis para não comer os últimos 20 grãozinhos de arroz.

Ver tantas vezes o que deixamos no prato a deslizar para dentro daquele saco preto opaco é algo que, de certa forma, deveria levar a repensar comportamentos.

A fome mata! Erradicar a fome e problemas de subnutrição é dos maiores desafios que a nossa geração enfrenta e pelo qual nós, jovens, devemos lutar de modo a contrariar as repercussões que a Fome continua a ter no Mundo. Este problema não advém de não haver comida para todos, mas da sua constante má distribuição. Para dar resposta a esta problemática, ficou definida, no 2º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável elaborado em 2015 pela ONU, a importância de erradicar a fome no mundo até 2030.

Por exemplo, se uma empresa de óculos de sol precisa anunciar no Instagram, entre em contato com um influenciador, que pode ganhar centenas a milhares de euros com uma simples selfie usando a moldura. Obviamente, quanto mais seguidores você tem, mais você ganha. Chiara Ferragni, por exemplo, ganha em média 12 mil euros por postagem. Isso parece muito? Bem, você tem que pensar no lucro que a empresa obtém disso. Em 2016, de fato, cerca de 40% das pessoas que compraram um produto o fizeram depois de ver um influenciador usando-o nas redes sociais. Isso significa que as empresas devem investir em estrelas da web para anunciar seus produtos, e as empresas entenderam isso bem.

Sinal da relevância deste objetivo foi que o Prémio Nobel da Paz 2020 foi atribuído ao Programa Alimentar Mundial, que coordena os esforços da ONU nesta área. No entanto, toda a evolução alcançada parece ter sido travada pelos contratempos que 2020 nos tem vindo a apresentar. A pandemia colocou em evidência diversas fragilidades do mundo atual. O aumento do desemprego, ao longo destes últimos meses de crise sanitária, fez com que muitas mais pessoas começassem a passar por cenários de pobreza e de fome. Por isso, a partir de agora, levar esta luta em frente está também nas tuas mãos! Vamos deixar-te aqui algumas dicas, factos e uma breve entrevista ao Duarte Marques, membro de uma equipa #FomeZero em Portugal. Pelo fim da Fome no Mundo, estás preparado?

| EXPERIÊNCIA |

Asamanech Asmelash é um estudante etíope e gosta de ir à escola. Às vezes era difícil concentrar-se nas aulas devido à fome. Este problema afetava também vários dos seus colegas, que faltavam muitas vezes à escola e outros que até desistiram. Através do programa de refeições escolares associado à FomeZero, Asamanech consegue agora concentrar-se e obter melhores resultados. Isto é possível com a ajuda da FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação), que dá aos produtores locais sementes e instrumentos. Ensina-os a reduzir a quantidade de perda de alimentos, devido à sua má conservação, e ajuda igualmente os produtores a venderem a sua produção nos mercados, em coordenação com o programa de alimentação escolar. Asamanech e a sua família estão muito felizes por fazer parte do programa e ele diz que agora vê «um futuro brilhante à sua frente»!

2 Comments

Leave a Reply
  1. Hola!! Muy interesantes cada uno de los artículos!! Profundos y actuales!! ???soy docente y los compartiré con mis alumnos!!! ??❤️❤️ Los felicito!!!

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato.

Why wait until 2030 to rid the world of hunger?

T4T | Fiera Primavera